sábado, 16 de janeiro de 2016

"Fatal Weekend", O Novo Livro de Tom Rubython


O jornalista britânico e escritor Tom Rubython, autor do excelente livro “The Life of Senna”, lançado em 2004, no qual fez muitas revelações sobre a vida de Ayrton, lançou mais um livro a respeito de Senna no final de 2015, se trata do livro “Fatal Weekend”, em português "Semana Fatal", que conta os últimos dias do tricampeão. Quem leu garante que o novo livro é tão bom quanto o primeiro – The Life of Senna, e também trás muitas revelações sobre Ayrton. Leitores avaliaram o livro com cinco estrelas, a avaliação máxima no conhecido site de vendas Amazon.


Avaliações de Leitores, Site Amazon



Livro fascinante - soberbamente pesquisado e escrito.

Fascinating book - superbly researched and written.



[Tradução Livre] 

É um livro excelente e uma obrigação para qualquer fã de Ayrton Senna ou qualquer um que era um fã ávido da F1 durante a década dos anos 1990.

O livro entra em grandes detalhes que cobre o itinerário de Senna da quarta-feira até aquele fim de semana fatal. Eu aprendi um monte de coisas que eu não tinha conhecimento sobre Senna - como seu encontro secreto com (o então chefe da Ferrari) Luca Montezemolo na quarta-feira com um acordo verbal de se juntar a Ferrari para 1995, o quão infeliz ele realmente estava na Williams, sobre sua família ter enviado seu irmão para tentar quebrar o seu relacionamento com Adriane, seus verdadeiros motivos para ser agradável com Prost em 1994 e seu verdadeiro sentimento sobre o sistema de controle de tração ilegal de Benetton (Equipe de Michael Schumacher, rival de Senna na temporada de 1994) etc...

O livro também explora em grande detalhe a equipe Simtek (equipe de Roland Ratzenberger, morto um dia antes de Ayrton), sua relação com o chefe (da Fórmula 1) Max Mosely, as discrepâncias em torno dos seus resultados de testes de colisão e perguntas se o carro jamais deveria ter sido autorizado a correr no primeiro lugar. A morte de Ratzenberger também é abordado em detalhes como é Syd Watkins ética que foi um pouco de um abridor de olho [O doutor Syd Watkins tentou convencer Ayrton a não correr] - especialmente a influência Ecclestone tinha sobre  quando a morte de pilotos devem ser anunciadas.

Algumas das desculpas empregadas pela Benetton para ter o controle de tração e as irregularidades com o filtro de combustível não me surpreendeu, mas o que eles fugiram com é incrível. Patrick Head se recusou a acreditar preocupações de Senna que Schumacher estava usando controle de tração até o GP da França e, em seguida, ele percebeu Senna tinha razão. Apesar de ter sido considerado culpado de ter controle de tração do carro de Schumacher, a equipe Benetton disseram que nunca o usou, no entanto observadores próximos, como Peter Collins afirmam que ainda estava sendo usado na rodada final na Austrália.

Em geral, o livro dá uma grande visão a fundo do que se passou levando até aquele fim de semana em San Marino e o pânico que se iniciou nos bastidores, quando todo mundo do lado de fora não tinha conhecimento da verdadeira tragédia se desenrolando.

[Idioma Original] 

The is an excellent book and a must for any Ayrton Senna fan or anyone who was an avid F1 fan during the 1990's era.

The book goes into great detail covering Senna's itinerary from the Wednesday leading up to that fatal weekend. I learned loads of things I hadn't known about Senna - like his secret meeting with (then Ferrari boss) Luca Montezemelo on the Wednesday with a verbal agreement joining Ferrari for 1995, how unhappy he really was with Williams, his family sending over his brother to try and break his relationship with Adriane, his real reasons for being nice to Prost in 1994 and his true feeling on Benetton's illegal traction control system etc.

The book also explores in great detail the Simtek team, it's boss's relationship with Max Mosely, the discrepancies around it's crash test results and questions if the car should ever have been allowed to race in the first place. Ratzenberger's death is also covered in detail as is Syd Watkins ethics which was a bit of an eye opener - especially the influence Ecclestone had on when a drivers death should be announced.

Some of the excuses employed by Benetton for having traction control and fiddling with the fuel filter didn't surprise me, but what they got away with is incredible. Patrick Head refused to believe Senna's concerns that Schumacher was using traction control until the French GP and then he realised Senna had been right. Despite being found guilty to have traction control on Schumacher's car Benetton said they never used it, however close observers like Peter Collins claim it was still being used at the final round in Australia.

Overall the book gives a great insight into the background of what went on leading up to that San Marino weekend and the panic that set in behind the scenes when everyone on the outside was unaware of the real tragedy unfolding.

**********************************


TOM RUBYTHON


TOM RUBYTHON é um conhecido jornalista britânico. Especializado em negócios e esportes, foi editor de revistas como Formula 1 Magazine e BusinessF1. Em mais de trinta anos de carreira, Rubython escreveu seis livros: "The life of Senna", biografia do ex-piloto Ayrton Senna; "Shunt: The story of James Hunt", biografia do ex-piloto James Hunt; Rush to Glory, lançado também no Brasil com o título "Corrida Para a Gloria", sobre a rivalidade na Fórmula 1 entre James Hunt e Niki Lauda nos anos 70  esse livro virou filme; "And God Created Burton", biografia do ator britânico Richard Burton; "Icarus", biografia sobre Freedie Laker, grande empresário inglês do ramo de aviação.

**********************************


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 

AMAZON - Fatal Weekend Paperback – 2 Nov 2015. Disponível em: <http://www.amazon.co.uk/Books-Fatal-Weekend-Tom-Rubython/dp/0957060599/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1452694314&sr=1-1&keywords=fatal+weekend>. Acesso em: 16 de janeiro 2016.

SKOOB - Tom Rubython. Disponível em: <https://www.skoob.com.br/autor/15340-tom-rubython>. Acesso em: 16 de janeiro 2016.


Nenhum comentário:

Postar um comentário