terça-feira, 16 de agosto de 2016

Amigo Húngaro de Ayrton Prepara Serenata Para Ele e Adriane

Extraído do livro “Fatal Weekend” escrito pelo jornalista britânico Tom Rubython no ano de 2015

O casal desfruta de serena de amor preparada por amigo de Ayrton para eles

Adriane voou de volta para a Europa para participar do Grande Prêmio da Hungria, em meados de Agosto. Seus avós maternos eram húngaros e emigraram para o Brasil no início da Segunda Guerra Mundial. Adriane queria absorver um pouco da cultura de sua herança.

Eles reservaram o hotel Kempinski em Budapeste. O destaque da viagem foi a festa depois da corrida no restaurante Gundel promovido por John Hogan, vice-presidente da Philip Morris International, que patrocinou a McLaren. Senna e Adriane vestidos casualmente, com ele de calça jeans e camisa pólo e ela de roupa branca. Foi outra noite mágica.

Eles faziam um casal muito fascinante, e quando entraram, foram fotografados por Andrew Frankl, o fundador da revista Car. Frankl tinha preparado para eles uma serenata de um violinista húngaro em um smoking marrom. Uma foto de Frankl do casal sorrindo foi publicada em todo o mundo. "Era uma foto de duas pessoas apaixonadas. Nós estávamos apaixonados", disse Adriane.

O Húngaro Frankl era um amigo de longa data de Senna e lembrou: "Ayrton estava em uma tremenda forma, claramente muito apaixonado, de mãos dadas com Adriane. Era tão óbvio. Eu estou convencido de que eles iriam se casar."








Frankly Frankl postou no Youtube um vídeo feito do casal chegando nesse jantar:






Adriane flew back to Europe to attend the Hungarian Grand Prix in the middle of August. Her maternal grandparents were Hungarian and had emigrated to Brazil at the outset of the Second World War. Adriane wanted to absorb some of the culture of her heritage.

They booked into the Kempinski hotel in Budapest. The highlight of the trip was the after-race party at the Gundel restaurant thrown by John Hogan, vice-president of Philip Morris International, which sponsored McLaren. Senna and Adriane dressed casually, with him in jeans and polo shirt and her in a white vest. It was another magical evening.

They made a very glamorous couple, and as they went in, they were photographed by Andrew Frankl, the founder of Car magazine. Frankl had arranged for them to be serenaded by a Hungarian violinist in a maroon dinner jacket. Frankl’s photo of the smiling couple was published all over the world. Adriane says now: “It was a photo of two people in love. We were in love.”

Hungarian-born Frankl was a long-time friend of Senna’s and remembered: “Ayrton was in tremendous form, clearly much in love, holding hands with Adriane. It was so obvious. I was convinced they would marry.”



FONTE PESQUISADA

RUBYTHON, Tom. Fatal Weekend. 1º Edição. Great Britain: The Myrtle Press, 12 de novembro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário