quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Ayrton Senna e Adriane Galisteu Teriam Se Casado em 1994

Amigos de Senna estão convencidos de que ele e Adriane teriam se casado depois da temporada européia de F1 de 1994. (Livro "The Life of Senna")


A temporada européia de F1 (o nome já diz: é o período em que os Grandes Prêmios, as corridas de F1, acontecem apenas dentro da Europa) tinha duração de seis meses na época, e começou justo no GP de San Marino, em Ímola, na Itália, após os Grandes Prêmios do Pacífico e Brasil. Aproveitando esse período o casal combinou passar esses seis meses morando juntos na mansão do Algarve, em Portugal. Ayrton não voltaria ao Brasil nem para visitar os pais, como fazia sempre de costume nesses anos todos de carreira. Senna queria aproveitar ao máximo esse tempo a sós com sua amada antes do casamento.

No dia do acidente fatal (Senna sofreu um acidente e perdeu a vida na 7ª volta do GP de San Marino 1994), Adriane estava no Algarve, onde Senna a iria encontrar depois do Grande Prêmio de San Marino para a pedir em casamento. Enquanto isso em todas as bancas de jornais do Brasil e de Portugal (residência oficial de Senna e Galisteu), as revistas de circulação nacional Caras e Nova Gente respectivamente, com Ayrton e Adriane juntos e felizes na capa, retratavam o momento especial do casal, o começo de uma nova vida. Ayrton disse a sua amada que se tratava de uma surpresa para ela, uma homenagem. Adriane não soube de absolutamente nada até o lançamento das revistas. O CEO da revista Caras na época e até hoje, Edgardo Mortolio, revelou anos mais tarde que sabia que Senna tinha planos de se casar com Adriane. Essas revistas faziam parte de uma grande surpresa, o pedido de casamento depois do GP de Ímola.

As revistas, o pedido de casamento, o jardim e a casa - recém reformada e decorada - repletos de flores para receber Adriane, ordem expressa do patrão Ayrton a seus funcionários, tudo isso era o começo de uma nova vida com seu grande amor que começaria naquele mesmo dia do começo da temporada européia, mas infelizmente naquele dia foi o fim da vida de Ayrton.


Como é a vida não é mesmo meus amigos? E de pensar que aquele menino jovem, com apenas 18 anos, partiu rumo a Europa para tentar a vida no automobilismo. Querendo provar para o pai que, mesmo rico, nascido em berço de ouro, ele podia vencer na profissão que escolheu, por seus próprios méritos. Senna queria provar para o pai que podia viver do automobilismo, sem depender do dinheiro de sua família (prometeu que pagaria cada centavo depois e cumpriu a palavra). Passou muitas dificuldades no começo da carreira. Quando consegue tudo que sempre sonhou, e enfim é um homem feliz e realizado, morre no momento mais feliz e especial de sua vida. Ninguém imaginava que aquele menino cheios de sonhos teria um fim tão trágico. 

Senna no começo da carreira nas categorias de base da F1

***********************************

Duas pessoas em paz com o mundo e com eles mesmos - Ayrton Senna com seu último amor Adriane Galisteu, ao pôr do sol na fazenda chamada Tatuí. Era um de seus lugares favoritos. Amigos estão convencidos de que eles teriam se casado após a temporada Européia em 1994.  

Fonte: The Life of Senna


Print da biografia de Ayrton Senna: "The Life of Senna"




Two people at peace with the world and each other - Ayrton Senna with his last love Adriane Galisteu, at sunset on the farm called Tatui. It was one of their favourite places. Friends were convinced they would have married After the Europe season in 1994.

Source: The Life of  Senna 







***********************************

O melhor momento


Não teria momento melhor para se casarem realmente. Depois da temporada europeia ou nas férias fica mais tranquila a vida dos pilotos. Aquele ano em especial estava muito agitado, Senna estreou em uma nova equipe de F1, depois começou a complicar, ele não completou as duas primeiras provas da temporada, por isso precisava de pontos para alcançar o líder da competição Michael Schumacher. Ayrton tinha esperança de melhorar a situação dele a partir do GP de San Marino, o primeiro dos GPs europeus. A pressão era grande em cima do campeão naquela temporada de Fórmula 1 de 1994, porém, não deixou a vida pessoal de lado como costumava fazer antes da chegada de Adriane em sua vida. Os dois iriam viver juntos seis meses em Portugal ou seja, já como noivos, e quando tivesse mais tranquilo, naquele ano mesmo de 94, eles se casariam. Os pilotos de F1 esperam esses momento mais calmos para casar e tudo mais, porque, fica complicado durante o ano, a vida deles é literalmente muito corrida.


FONTE PESQUISADA

RUBYTHON, Tom. The Life of Senna. 1º Edição Sofback. London: BusinessF1 Books, 2006.

Nenhum comentário:

Postar um comentário